Project Description

Workshop Rituais,Ervas e Banhos Ciganos
Dia:
Duração: 4 semanas
Horário:
Muita gente julga um exagero afirmar que os ciganos foram os responsáveis pela disseminação da medicina simpática e da medicina natural, em suas andanças pelo mundo. Culturalmente isso estava dentro das possibilidades deles, já que não se fixavam e estavam em constante movimento e,consequentemente, em constante contato com as populações de toda parte do mundo. Ao mesmo tempo, os ciganos reservam ainda hoje uma data para os grandes encontros, como o feito no dia de Nossa Senhora Aparecida aqui no Brasil. Nesses encontros, trocam informações e atualizam conhecimentos, enriquecendo-se com essa constante interação. Paracelsus foi aprender com os ciganos tudo o que eles conheciam de medicina aplicada, usando ervas, cristais, cores, água, som, metais e outros elementos, como o famoso pó simpático, que por alguns séculos foi a sensação na Europa. Práticas como a astrologia, a cartomancia e a quiromancia, que floresciam principalmente na Pérsia, foram levadas para o mundo inteiro também pelos ciganos, que continuaram estudando e aperfeiçoando conhecimentos a respeito do assunto. Nas artes mágicas em geral, dedicaram-se com afinco a tudo que se referia á Magia Branca, embora tivessem também conhecimentos de sua concorrente, a Magia Negra. Assim, as Ervas e Simpatias Ciganas representam um conhecimento que se perde na noite dos tempos, de tão antigos que são. Preservados com carinho,não como concorrente das Simpatias Nacionais, mas como um novo acréscimo e uma nova contribuição. Paracelsus revolucionou a medicina, viajando com os ciganos pela Europa e observando a maneira como utilizavam as ervas para curar as mais diversas doenças. Por muito tempo esses conhecimentos foram utilizados com sucesso e apenas recentemente, a partir da metade deste século é que se deu tanto destaque, à custa de volumosos investimentos publicitários, aos remédios ditos alopáticos. A medicina mágica dos ciganos, no entanto, tem múltiplas facetas e a da cura pelo contato com as plantas é uma das mais interessantes e pouco conhecidas. As simpatias ciganas para a saúde não diferem muito das simpatias tradicionais, até porque tiveram a mesma origem. Em suas viagens, os ciganos aproveitavam-se dos recursos disponíveis em cada nação. Com isso, amealharam um conhecimento muito vasto sobre o assunto, já que engloba conhecimentos de diversos países ao mesmo tempo. Particularmente aqui no Brasil, não vemos utilidade em apresentar simpatias que utilizem ingredientes ou elementos que somente são encontrados em países da Europa, por exemplo, porque não seriam utilizadas por ninguém. Dessa forma,foram selecionado aquelas que, tendo sua origem aqui mesmo, incorporaram elementos da magia e do conhecimento cigano sobre a saúde e a harmonia física e mental,que entendemos os ciganos estão intimamente ligadas. Os ciganos sempre utilizaram, para preparar suas simpatias, recipientes de louça, vidro ou metal, notadamente as vasilhas de cobre e bronze, jamais usando o alumínio, por nós considerado o metal falso por excelência, sem desmerecer a tecnologia hoje empregada na preparação do metal e na elaboração de utensílios. Trata-se apenas de uma tradição que procuramos respeitar.

AULA 1

Apresentação e Introdução

História e Cultura Cigana sobre as Ervas e Banhos

História da Magia e Rituais Ciganos

AULA 2

Ervas e Alimentos e sua função curativa

Formas de Preparo

Como Preparar as Ervas Medicionais

AULA 3

Astrologia Cigana

As Essencias de cada Signo

O uso da Aromaterapia

AULA 4

Aguas o Elixir da Vida
A Lua a Grande Maga
Banhos Ciganos
Como fazer para se Beneficiar

Simpatias Ciganas

Rituais e Vivências Ciganas